O vinho faz bem à saúde e à alma. Inspira poetas, reúne amigos, aproxima casais. Mas teve uma época em que ele era ainda mais essencial à vida. Quase tanto quanto a água...
 
O consumo regular e moderado de vinho é, sim, benéfico à saúde. Mas um estudo científico canadense, sobre o assunto, foi bem mal interpretado, segundo o próprio pesquisador. Entenda mais sobre o assunto.
 
Informações a respeito dos benefícios do consumo moderado de vinho sempre são interessantes. Mas essa, provavelmente, é uma das melhores!
 
Engana-se quem acha que somente vinho tinto faz bem à saúde. Uma pesquisa do departamento de Química, Alimentos e Farmácia, da Reading University, no Reino Unido, sugere que 3 taças de espumante, por semana, podem melhorar a sua memória!
 
O vinho é um excelente acompanhante para as refeições. Isso a gente já sabe. Mas, o mais interessante, é que, além de ser bom para o paladar, o vinho é também bom para o processo da digestão!
 
Cada vez vivemos mais. Cada vez vivemos melhor. Mais, para isso, precisamos tomar algumas medidas, importantes para a nossa saúde.
 
Os consumidores não buscam mais, apenas, qualidade. Os degustadores também não. Na hora de optar por uma vinícola ou eleger um vinho, cada vez mais o fator sustentabilidade entra na lista de critérios de escolha.
 
O consumo frequente de vinho, e em quantidades moderadas, é comprovadamente um hábito saudável. Selecionamos, aqui, 10 motivos para amar essa bebida!
 
Será que até para a vista, o vinho faz bem?
A principal causa de perda da visão, depois dos cinquenta anos de idade, é a degeneração da mácula, uma doença degenerativa da retina que provoca a perda progressiva da visão central.
 
Uma pesquisa apresentada em Barcelona, no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, tende a causar polêmica, no mundo do vinho.
 
Uma das questões mais debatidas, em relação aos benefícios do consumo moderado de vinho à saúde, diz respeito ao diabetes. Não há consenso, é certo. Mas veja esse estudo.
 
Numerosos estudos médicos têm produzido evidências de que o vinho pode ajudar a prevenir alguns tipos de câncer, e até ajudar a tratá-los. Dessa vez, a boa notícia do mundo de Baco é para as mulheres que sobreviveram ao câncer de mama.
 
Quem não se lembra do dilema do biscoito, que vendia e era fresquinho, não se sabia em que ordem? Pois bem. Também há um dilema, com o vinho.
 
Um estudo recentemente publicado no periódico Arthritis Care & Research merece a atenção dos apreciadores de vinho...
 
Consumo moderado é igual a bom senso. Cada um tem o seu, cada um entende como quer...